expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 10 de maio de 2015

Como eu uso óleo de rícino no cabelo



Sempre tive muita curiosidade em experimentar o óleo de rícino, e procurei bastante aqui em Angola, mas infelizmente eu nunca encontrava. E a minha vontade de usar esse óleo só aumentava, porque eu sempre vi muitos vídeos e relatos (em blogs, grupos do Facebook) falando das maravilhas que esse óleo faz!

E quando fui ao Brasil comprei alguns frascos, para garantir meu mini estoque :)

Fiz algumas pesquisas, e hoje venho compartilhar com vocês o que aprendi:

-o óleo de rícino também pode ser chamado de óleo de mamona. Em muitos países é chamado de Castor oil. Então se você não mora no Brasil, procure com esse nome, talvez você encontre.

- ele combate a caspa, queda capilar, fortalece e auxilia no crescimento dos fios. 

-combate a foliculite, já que possui propriedades anti-fúngicas, anti- bacterianas e anti-virais.

-como qualquer óleo vegetal, ele sela a hidratação nos fios, deixando o cabelo mais hidratado e saudável.

Minha experiência e como uso o óleo de rícino:

-Em relação a caspa não posso opinar, porque não tenho, mas o meu cabelo realmente está mais forte. Mas para obter esses resultados é necessário aplicar o óleo diretamente no couro cabeludo e fazer uma leve massagem com as pontas dos dedos. Para isso eu uso um aplicador com bico fino, e vou colocando o óleo diretamente na raiz e massageando. Se você não tiver um aplicador, basta molhar as pontas do dedos e fazer a massagem Faço essa massagem 3 vezes por semana. Faço de noite, e na manhã seguinte lavo o cabelo.

-No couro cabeludo uso o óleo puro, mas no comprimento do cabelo e nas pontas uso o óleo misturado com azeite de oliva. O óleo de rícino é um óleo "pesado", grosso, e é difícil de espalhar nos fios (minha opinião), por isso gosto de fazer essa mistura.

-Percebi que meu cabelo teve um bom crescimento durante o período que usei o óleo de rícino. Não sei se isso aconteceu somente por causa do óleo, acredito que as massagens capilares contribuíram muito para o crescimento dos fios. Até mesmo os fios mais frágeis da parte da frente estão mais "compridinhos", o que pra mim era algo quase impossível de se imaginar.

- Senti muita coceira na primeira semana, uma coceira insuportável, que não me deixava dormir.. E isso quase me fez desistir de usar o óleo para umectação. Eu disse: "se na 4ª aplicação coçar desse jeito, não uso mais." Mas incrivelmente não senti mais nada! E aí continuei a fazer as massagens  numa boa.

- Esse óleo tem um cheiro forte, mas consigo usa-lo tranquilamente.

- Também uso misturado na máscara de hidratação ou nutrição, e adoro resultado! Algumas pessoas usam na finalização ou no método LOC, mas como eu disse anteriormente esse óleo é "grosso, pesado", e é bem difícil espalhar pelos fios, por isso não gosto de usa-lo na finalização.

-Os resultados demoram para aparecer. É necessário uma rotina de aplicação e massagens. Não vá pensando que o resultado aparecerá logo na primeira semana. Eu só obtive resultados depois de 1 mês.

-IMPORTANTE: Se estiver grávida e amamentando não use o óleo de rícino. Ele pode causar aborto ou parto prematuro. Além disso li relatos de mães que amamentam e usaram o óleo de rícino e consequentemente o bebe teve cólicas e diarreia. Não sei se o óleo é tão potente assim, a ponto de causar diarreias e cólicas no bebe, se a mãe usar no couro cabeludo, mas é bom evitar, pois não queremos prejudicar nossos bebes.

Um comentário:

  1. minha Linda ha oleo de Ricino no Celeiro em Luanda passa por la p ver.. e podes comprar tb em oline ca mesmo em Luanda

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário. É através dele que posso inovar e melhorar o blog. Dicas e sugestões de postagens serão bem vindos.
Comentários com palavrões ou insultos serão excluídos. Lembre-se: RESPEITO EM PRIMEIRO LUGAR!